terça-feira, 29 de outubro de 2013

Administração Científica

A Administração Científica constitui-se como a primeira tentativa de criar uma teoria para a administração; possui como origem o crescimento acelerado e desorganizado das indústrias após a revolução industrial, fase marcada pelo empirismo e improviso no trabalho, muitas perdas na produção, decisões mal planejadas, além da falta de padronização nos métodos de trabalho e a falta de produtividade, afetando assim a eficiência nos processos e a eficácia organizacional.

Esta teoria possui como expoente o engenheiro Frederick Taylor, que ao analisar o chão de fábrica de uma indústria, percebeu que havia uma grande diversidade nos métodos de trabalho e nos instrumentos operacionais, levando a uma menor produção diária. Taylor percebeu também que os operários não sabiam como realizar as tarefas da forma mais apropriada, executando assim, uma quantidade desnecessária de movimento e de tempo, deixando de produzir mais peças.

Foi desenvolvido então, um estudo baseado em métodos típicos das ciências naturais, como a observação e a mensuração, no qual Taylor e mais um grupo de engenheiros observavam o trabalho dos operários e o tempo gasto no serviço; os movimentos que eram considerados desnecessários ou que causavam fatiga (redutor da eficiência) eram eliminados, assim como o tempo que era despedido sem precisão. Formava-se assim, o estudo dos tempos e movimentos, que mais á frente, irá gerar a ORT - organização racional de trabalho, que se caracteriza pela padronização de instrumentos e técnicas de trabalho, incentivos salariais, especialização do trabalho, desenho de cargos e tarefas, etc.

Esta teoria é bastante criticada por enxergar no operário um ser mesquinho, movido apenas ás questões econômicas, materiais e financeiras ("homo economicus"), além de super especializá-lo nas tarefas, tornando o trabalho mecânico. A Administração Científica possui também uma abordagem prescritiva e normativa, com ênfase apenas na indústria, não possuindo comprovação científica.

> ênfase nas tarefas; " de baixo para cima"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Obrigada por deixar aqui a sua opinião sobre a postagem!
Deus abençoe!

Pesquisar este blog